6 de outubro de 2011

In Brasil. #check list yaoi

E olha quem sai das sombras pra postar... Hoje o post é longo, só leia se estiver com coragem pra isso.
É você ai, querida fan girl que lê milhares de mangás traduzidos pelo yaoi project e lamenta profundamente por nenhum deles estar no Brasil... Bem, de fato em termos de yaoi o Brasil não está podendo muita coisa. Gravitation, aposta da JBC no genero, acabou sendo um fracasso em termos de vendas o que deixou toda a galera das outras editoras de orelha em pé. Claro, que os numeros de Gravitation são vendidos até hoje no Brasil em lojas de quadrinhos, e que isso não é contabilizado para se ter um quadro geral de quanto de fato foi vendido no Brasil, mas ainda assim, valeu por ter vindo (tenho a minha coleção quase inteira).
E lemon? temos lemon no Brasil?
Sim, temos um, pobre em detalhes e lotado de cliches, mas temos. Se chama Blood Honey e eu já escrevi algo sobre ele por aqui, é o primeiro Yaoi da New Pop no Brasil.
Mas, quando não tem fuga nem jeito de conseguir um yaoi de fato, a gente acaba apelando pro fanservice. Sabe aquele casal que existe, mas não existe? (algo tipo... SasuNaru, mas com a confirmação das (os) autoras (es) de que de fato são um casal discreto) Algo tipo ToyaXYukito (SCC) que tem um caso que fica bem claro, mas não trocam nem um beijo. De qualquer modo é gostoso de ver algo assim... (embora eu não possa falar nada por ultimamente estar apelando até para o furry X_X)
Se você é uma fangirl que gosta de ter volumes de yaoi nas suas mãos, prepare-se para a pequena check list de edições de Yaoi ou shonen-ai a seguir.
*Gravitation:
sem duvidas o mais conhecido de todos por aqui. A JBC lançou todos os volumes da primeira saga(12 volumes), enquanto a New Pop publicou publicou duas grafic novels, a Red e a Blue. São dois livros que quando fechados parecem mangás e tem algumas ilustrações por dentro. O mangá é fácil de achar, já as novels... Mangá(preço de capa): R$: 10,95. Novels (preço de capa): R$:19,90 (cada).
é classificado no Brasil como 18+, mas eu realmente não vi nenhuma cena que fizesse esse aviso ter motivo... pelo menos não nenhuma explicita ...
*Tokyo Babylon):Sim, esse eu tirei do fundo do bau, e está bem empoeirado. Com o foco no sobrenatural, e uns requintes de yaoi. Obra do CLAMP que segue a cidade um feiticeiro e exorcista, que tem como amor um veterinario e assassino de elite. A estória é complicada, e tem toques de depressão e suicidio. Não tem um final, pois o mesmo está amarrado a outra obra inacabada do grupo. Aos que conhecem o CLAMP sabem que nada é tão simples como parece e que no tear que tece nossas vidas não há pontas soltas =D
Publicado no Brasil pela JBC. Preço de capa: R$9,80 (7 edições)

X:

Pois é, o mundo está acabando, e com a chegada de 1999 o garoto Kamui, o escolhido, terá de decidir se a humanidade vive ou morre. Serie interrompida por brigas entre o CLAMP e a revista que publicava a obra na época, que acreditava que os humanos tinham que se safar. Entra pra lista não só por ser a continuação de Tokyo Babylon, mas também por ter um shonen-ai (muito explicito) em sua obra.
Publicado no Brasil pela JBC (que tem um acordo com o CLAMP, só pode...). Preço de capa: R$: 9,80 (18 volumes, em Hiatus)

Sakura Card Captors (SCC) :
Pois é, temos paixonites o anime inteiro. Tem o Syaoran que gosta do Yukito no começo, temos a Tomoyo que gosta da Sakura, temos o Toya que gosta do Yukito. E pra morrer de vez temos uma travesti, Nakuru, mais conhecida como Ruby Moon(sim, isso na foto é um cara =D). Sim, ela é um cara e isso fica muito claro na serie em mangá (quase dá pra ouvir a musiquinha "au au au, a Nakuru tem bilau (8)" enquanto se está lendo). Ah, e ele também é apaixonado pelo Toya. Resumidamente, Sakura usa uma estória de uma garota mágica, mas é muito (MUITO MEEESMO) mais profunda que isso. Como diria um amigo meu, é uma obra que samba na cara da sociedade, e ainda consegue passar por estória de cunho infantil... Só o CLAMP consegue essas coisas mesmo... Ah sim, com todo o traço do CLAMP, e toda a sua qualidade.
Lançado no Brasil pela JBC (serio, deve ter uma conspiração...) preço de capa: R$ 2,90. (24 volumes. Mas não tenham esperanças, vocês NÃO vão achar a Nº1 a preço de capa...)

Princess Princess:
A estória de três alunos de uma escola particular que são obrigados a se travestir e se passar por "Princesas". Com o foco na comedia ( é realmente engraçado) e sem nenhum casal, apesar de rolar um beijinho (fofo, diga-se de passagem). achei que merecia entrar para a check list por que tem travas e beijo gay.
Lançado no Brasil pela Panini, em 5 volumes de valor R$:9,50.
Blood Honey:Tudo bem, usa o cliche dos vampiros a torto e a direita, só tem uma cena de sexo que nem é do casal principal, mas ainda assim, é um Lemon. Sim, temos um lemon no Brasil, e apesar de não ser tãooo lemon assim acho a atitude de o trazer louvavel. Existe um post inteiro meu sobre esse mangá em alguma parte do blog...
Lançado no Brasil pela New Pop, volume único de valor R$14,00

07-Ghost.
Ainda em lançamento no Brasil ( sendo bimestral e estando no volume 2) tem um shonen-ai básico. O esquema classico do shonen-ai: Choro, choro, eu gosto muito de você, choro, um dos dois morre e alguém fala "ele te amava". Sendo feita por autoras que eram especialistas em Doujinshins sobre SasuNaru e NaruSasu (publicaram cerca de 20 Dounjinshins sobre o tema) é dificil não imaginar que os dois realmente se gostem. Ah, a estória também é legalzinha, viu?
Sendo lançado no Brasil pela Panini, em edições bimestrais de valor R$:9,90
Se eu falar que acho que tem coisas no Hetalia que é fanservice Yaoi alguém ai me bate??? T_T

O Italia e o Sacroromano se amam (só até um pedaço, depois ele gosta do Alemanha), só pode -3-
Imagem comprometedora!!!!!!!!

não me batam, isso doi!
Essa foi minha Check List básica, para fangirls (ou boys, sem preconceitos) que não sabiam da existencia das obras acima citadas. Corram atrás, que a grande maioria vale a pena. Claro que torcemos para que novos mangás assim nós invadam em breve, mas se não mostrar-mos que existe publico para esse mangá por aqui, como eles virão? (filosofias de quem passou a noite em claro)
Por hoje é só Baby (acabo de perceber que seu post não tem nada a ver com hallowen e que a Vick provalmente vai perseguir-me com um chicote de três tiras para sempre...)
e pra provar que não esqueci o Hallowen, olha que fofa essa imagem =D
.
.
.
.
*sai correndo*

4 comentários:

Mad Hatter Vick disse...

UHSUHASUAHAU Hetalia é fanservice puro u.u Além disso a Italia E Sacroromano é Shotacon ;D

*levasoco*

saushauhsha Também exite um manwa (mangá coreano ;D) que é repleto de Shounem-ai,com certas cenas que poderiamos dizer picantes.O Nome tele é Tarot Café.

LOOOOLS o.o' vc Lembrou de Tokyo Babylon o.o'

a JBC tem Pacto com a CLAMP w.w

e agora...

e.e prepare-se para ser perseguido

MWUAHAHAHA *levasoco*

Mad Hatter Vick disse...

*o Itália e.e

Renoth disse...

pobre Italia.
eu tenho Tarot Café, só o primero volume e não vi shonen-ai nele...
e eu realmente tenho faro pra essas coisas @_@
mas pode ser tema do meu proximo post, afinal ele é bem sobrenatural =D

Mad Hatter Vick disse...

Sim sim concerteza *-* Bem o Shounem ai começa no Volume 2 saushausaus E é bem explicito mesmo e.e

O Ruim é que eu acho que não teve muita propaganda dele no Brasil T.T pena por que o Manwa é ótimo