14 de outubro de 2012

A noite com um final ruim


Helos gente ~
Daisu sumiu aqui mas voltou agora -q
Essa não é a continuação do Mágico de Oz porque eu tive que recomeçar a fazer a segunda parte, que estava quase no final porque eu perdi o arquivo /xatiada. Aíííí, já que estamos em Outubro, época de Halloween, eu resolvi fazer uma fic nada assustadora porque eu não tenho consigo escrever terror /xatiada x 2. Mas ela e loka, e tem sangue numa parte e loucura, então, que seja -q Espero que gostem ~



A noite com um final ruim

                Na casa do AK, numa noite escura, todos estavam reunidos na sala. Todas as luzes estavam apagadas por conta de uma falta de energia, que já ocorria por um tempo. Já que todo mundo lá era muito troll, resolveram contar estórias de terror, e como sempre, Vick às contaria.
                -Muito bem, hoje contarei a estória de uma jovem garota de um vilarejo que se perdeu na floresta. E é claro que eu vou usar vocês na estória, pfvr. Vamos lá.


                (Vick Narrando)

                Era uma noite escura, a garota com orelhas de neko andava pela floresta, completamente sozinha. Ela já tinha se perdido a um tempo, e não parava de andar, desesperada para encontrar a saída. Quando ia desistir de andar, ela ouviu risadas e viu algumas luzes ali perto, e foi as seguindo, achando uma enorme mansão. Ela sabia que era perigoso, mas era melhor que ficar sozinha na floresta, a noite, ainda por cima.

                - Olá? Tem alguém aí? – A garota bateu na porta.

                Um mordomo abriu a porta, logo em seguida.

                - Meu Deus, a senhorita precisa de ajuda? – Falou ele, estendendo a mão. – Meu nome é Roxas, o mordomo da casa, por favor senhorita, fique a vontade.

                - O-obrigada. Meu nome é Nath. Eu estou perdida, poderia me deixar ficar aqui, só para conseguir dormir?

                - Claro. Chamarei o dono da casa, enquanto isso, a empregada irá lhe servir, com licença.

                Nath não estranhava, o mordomo era bem gentil, difícil uma pessoa assim ser má. Ela se sentou em um sofá perto de uma lareira e deu uma olhada em volta, aquela mansão era mesmo enorme. Ela tinha cores aconchegantes e o fogo quente aumentava essa sensação boa.

                - Bem-vinda...

                - A nossa maravilhosa mansão ~

                Duas crianças apareceram atrás do sofá, pareciam gêmeos. Eles completavam a frase um do outro.
                - Afinal...- disse a menina

                - O que faz aqui? – falou o menino.

                - Eu estava perdida na floresta e precisava de um abrigo para passar a noite, foi assim que achei sua mansão. Ela é realmente bem bonita. – Nath parecia ter jeito com crianças.

                - Estamos muito felizes por você estar aqui senhorita!- Falou o garotinho- Eu me chamo Dan, e a minha irmã é a Serinn.

                - Realmente, estamos muito gratos pela sua visita. Hoje teremos uma grande festa – Falou Serinn. – Já que cuidaremos dos preparativos, teremos de pegar algumas coisas lá encima, com licença.

                Assim, os gêmeos subiram as escadas correndo e rindo.

                Nath se levantou um pouco, resolveu dar uma volta pela sala da enorme mansão. Havia uma grande mesa no meio da sala, com cerca de vinte cadeiras. No lado direito, haviam vários quadros na parede e uma escada que ia para o segundo andar, onde deveriam ficar os quartos. Perto da mesa tinha uma porta que levava a cozinha, ela estava trancada. Quando Nath chegou mais perto da porta, ela imediatamente se abriu,  o que fez  garota cair no chão.

                - Meu Deus, me desculpe senhorita, não queria lhe fazer mal. – Falou uma garota com roupas de empregada.

                - Não se preocupe com isso...- Falou Nath, se levantando e limpando o vestido. Por um momento ela encarou as orelhas de neko da empregada.

                - Eu estava fazendo o seu lanche, quer sentar-se à mesa para come-lo? – Falou a garota, apoiando a grande bandeja prateada na mesa. Nela tinha chá, uns bolinhos e alguns biscoitos.

                - Ah, claro, pode deixar a bandeja aí, eu posso me servir sozinha.- A garota puxou uma cadeira e sentou-se sozinha naquela enorme mesa.

                A empregada retirou as coisas da bandeja e botou-as na mesa, fazendo uma reverência.
                - Se precisar de algo, é só me chamar, eu me chamo Daisu. Bom apetite. – Falou a garota, entrando novamente na cozinha.

                Nath comia os bolinhos e bebia o chá. Acho que aquela estadia não poderia ter nada de ruim, não?
                Quando ela terminou de comer, ia levar os pratos e o bule para a cozinha, quando ela se levantou, uma pessoa a cutucou.

                - Com licença.

                Nath se virou imediatamente, levando um pequeno susto, já que foi algo tão repentino.

                -Eu sou a dona da mansão, Vick. Essa é Yori, minha esposa. Espero que estaja gostando de sua estadia na mansão, não é muito comum pessoas virem aqui.

                - Nós já preparamos seu quarto, mas não mexa em nada, não queremos nada quebrado. – Falou Yori

                - Yori, seja gentil com a visita. – Falou Vick.

                - Não se preocupem, não vou mexer em nada. Eu soube que terá uma festa, não é? Quando?

                - Logo depois dos preparativos serem colocados, o que deve demorar uns 15 minutos. Falando em preparativos, devemos correr, Yori. Com sua licença. – Então, as duas voltaram para o andar de cima.

                Nath ainda não conseguia entender por que as pessoas diziam que ia preparar a festa e iam para o segundo andar, já que a festa seria no primeiro. Se passaram 10 minutos e todos foram para a sala.

                - Desculpe não ter me apresentado antes, meu nome é Mimy, sou a anfitriã da mansão, estava muito ocupada em minha sala.

                - Não tem problema. A festa começa agora?

                - Sim, pode se sentar.

                Todos foram para a cozinha e cada um foi trazendo uma enorme bandeja com comidas maravilhosas, depois iam as colocando sobre a mesa.

                - Tome um drinque, senhorita, deve estar com sede – Falou a empregada, lhe entregando uma taça, sorrindo.

                Nath nunca tinha bebido antes, mas por questão de educação bebeu o vinho da taça, logo ela se sentia diferente, nunca sentira isso antes, parecia perder os sentidos rapidamente.

                - Quando não se está mais dentro de si e da razão, tudo fica mais divertido. – Falou Yori.
                Assim, todos festejavam loucamente,dançando, comendo e bebendo. Até que todos foram dormir.

                Nath acordou em uma cama, já deveria ser de manhã, pelo tempo em que ela dormiu. Mas aí estava o problema, ainda estava de noite. “Como? Mas eu dormi tanto!” Se perguntava a garota. Ela se sentou na cama e pensava no que poderia ter acontecido e percebeu que deveriam ter botado alguma coisa em sua bebida, por isso não conseguia se lembrar do que aconteceu na festa direito. Ela resolveu procurar um relógio para ver que horas eram, então saiu de seu quarto, mas acabou de cara com os gêmeos.

                - Podemos de contar um segredo? – falou Dan

                - Só olhe para o relógio ~- Falou Serinn

                A menina ficou assustada, dava para ver que o olhar gentil das crianças havia sido trocado por um sombrio, ela tinha que sair dali! Ela foi correndo até o final do correndo e virou para trás por um momento, batendo de cara na parede. Ela abriu os olhos e virou para a parede, havia uma porta secreta ali! Não custava entrar, não é? Mas foi um erro.

                Na sala daquele porta secreta havia vários e vários caixões. Nath olhava para aquilo, pálida. Ela teria de sair dali agora! Ela virou para trás para sair correndo, mas todos estavam ali atrás dela.

                - Então você viu... – Falou Vick.

                - Não fique assustada, vamos – Falou Daisu com um tom assustador

                - Onde vai? – Falou Serinn

                - De fato, para onde, senhorita? – Perguntou Roxas.

                - ESPERE! – Falaram todos juntos.

                Nath não poderia estar mais apavorada, empurrou as pessoas e saiu corredor afora. Ela desceu as escadas, correndo, mas tinha a impressão de que elas não terminavam. O que fez ela parar e pensar. “Será que o meu final será com aqueles caixões!? Qual será a chave para o meu final feliz?Mas...eu achei...”. Ela sabia exatamente o que fazer.

                Rapidamente, ele subiu as escadas, pegou uma castiçal e quebrou o relógio, pegando seus ponteiros afiados como adagas. “Só posso sair daqui se fizer TODOS irem”. Ela desceu as escadas novamente, e dessa vez, conseguiu chegar novamente ao primeiro andar.

                Logo, toda vez que achava um, cravava suas adagas na pessoa. A loucura havia tomado a casa. Com risos histéricos, sangue jorrando para todos os lados, gritos agudos. Aquilo era como a festa que tiveram ontem a noite, todos dançando, correndo, gritando. Até que uma hora, a casa ficou em silêncio total, só se ouvia a respiração da garota.

                - Você foi a atriz principal dessa festa, agora, todos os outros se foram. Um ótimo show que você fez essa noite. – Disse um homem, encapuzado, que simplesmente desapareceu, batendo palmas. Definitivamente, a garota nunca mais seria a mesma, tomada pela loucura daquela noite com um final ruim.


                (Vick acaba de narrar)

                - O que acharam?- Falou ela sorrindo
                Nesse instante, as luzes se acenderam novamente, e todos foram apagar as velas.
                - Eu matei algué. De novo. =D – Falou Nath
                - Foi muito loka – Disse Yori.
                - Quem quer contar a próxima?

Fim.

-----

É isso. Alguns podem ter achado que eu tirei a ideia da música Bad End Night, do Vocaloid, e é, foi mesmo.
Aqui tem o link do vídeo e aqui embaixo a referência com os personagens, espero que tenham gostado ~

Referência:
Boneca da Garotinha: Serinn
Boneco do Garotinho: Dan-chan
Miku: Nath
Luka: Mimy
Gumi: Daisu
Gakupo: Roxas
Kaito: Vick
Meiko: Yori

7 comentários:

Yori disse...

fwiuefnweiufewufhweifp que loko /apanha

Eu gostei da história *-* Todo mundo em clima de halloween

BOO, the Queen. disse...

gostei da fic *-*
vc detalhou bem toda a historia e conseguia imaginar tudo que estava acontecendo, ate tinha me esquecido que era a vick que tava narrando tudo, lol
só, só que...
vc nao colocou a bia D: #levasoco
emfim, adorei *u*

Daisu disse...

MEU DEUS, É MESMO, EU ME ESQUECI DA BIA
*levatiro*
Desculpa Bia, na próxima você vai ser a principal -q

BOO, the Queen. disse...

e a do magico de Oz, vc vai terminar tb né? *-*

Daisu disse...

Vou sim, eu só tenho que mostrar para umas pessoas antes de publicar, pra ver se está ficando bom.

Bia disse...

Obrigada Bou por ter sentido minha falta na fic :3

E Daisu, não me importo em não aparecer em fics.

Daisu disse...

Ai Bia, sério, foi mal D: Eu me senti mal agora que a Bou percebeu que eu esqueci ç3ç