17 de maio de 2015

Haikyuu, o anime dos bbys do vôlei



Bom dia, gente, aqui é a Daisu, como vão? Tudo bem? Tirando os horários novos do ensino médio tá tudo bem comigo também.
Então, a um tempo eu to meio confusa com toda essa coisa nova da escola e não to conseguindo fazer muita coisa na minha vida maaaasss eu tinha umas atividades que se eu não fizesse eu ia ficar ouvindo pessoas reclamando no meu ouvido o tempo todo. Claro, fazer algum esporte.
Eu não fazia esportes a uns dois anos e não paravam um minuto de ficar falando o quanto isso é ruim, que eu não cresço por causa disso, pá pá pá. MAS OLHA, É GENÉTICA, NÃO É CULPA MINHA QUE NÃO CRESÇO. dsclpa,parei.
 Muito bem, agora direto ao assunto. Eu tinha que fazer alguma coisa pra me exercitar mas não tinha muita vontade, sabe. Foi aí que, quando eu passava pelo tumblr, eu vi uns gifs de um anime que parecia ser muito meigo. Sim, Haikyuu. Eu já havia visto Free! e sei que animes de esporte geralmente servem somente pros ships yaoi e tal, mas poxa, esse parecia ser divertido e eu precisava de algo para me incentivar, então eu dei uma chance a ele e é dele que irei falar hoje <3 



Vamos lá, vou me basear no esqueminha de organização da Vick porque amo coisas organizadinhas e lindas.


ENREDO: 

É um anime slice of life, né. Ele roda em torno da vida do Hinata, o menininho ruivinho que é fofíssimo e baixinho que nem a Daisu (ele continua sendo mais alto, mas tudo bem, abafemos). Ele gostava muito de vôlei e tinha um ídolo que também tinha 1,60, mas isso não o impedia de ser o "Pequeno Gigante", aquele que era um super atacante, que pulava mega alto, fazia pontos e woooo! Ele cresceu com essa vontade de ser tão bom quanto ele, treinava todos os dias. O único problema é que os companheiros de time não gostavam tanto de jogar vôlei, então tudo era chocho, ruinzinho.


Depois do seu primeiro e último campeonato jogando para aquela escola (ele perdeu de um jeito horrível, falando nisso), ele foi para outra, que era a escola onde o Pequeno Gigante jogava. Lá, ele encontrou um garoto que havia visto no campeonato. 
Mais conhecido como "O Rei da Quadra", Kageyama era um gênio no levantamento, ele conseguia calcular exatamente onde a bola deveria estar para ser cortada perfeitamente. Sua falha é que era extremamente perfeccionista e cobrava muito dos companheiros, por causa disso, ninguém gostava muito dele. Ele também havia mudado de escola para a Karasuno. 
Os dois acabam fazendo uma super dupla, muito muito forte e tal. O anime mostra as amizades que eles fazem, os campeonatos e treinos de que eles participam e tudo mais.


IMPRESSÕES DO ENREDO:

Gente, é um anime super fofo, sério. Não é aquela coisa que você vai achar super interessante mas é um ótimo time killer, me ajudou muito também é ficar feliz em fazer vôlei. É divertido ver as coisas que acontecem com esses menininhos e a evolução deles no decorrer do anime. Ele tem 25 episódios e um OVA até agora. Vi por aí que vai ganhar uma segunda temporada, mas não confirmo nada, dsclpa.





OS PERSONAGENS:

NOSSA. Eles são um absurdo. No final, não tem como escolher um favorito, todos eles são nenéns preciosos.
Cada um tem uma personalidade única, é maravilhoso.
TEM UM CARA MAIS BAIXO QUE O HINATA. EU TENHO QUASE A ALTURA DELE, É MUITA FELICIDADE.

É AQUELE SENDO LEVANTADO, Ó

Nesse anime não tem nada explicito de namorinho nem nada, tá, só pra avisar logo.
Com variedade de personagens você consegue se identificar com eles, é super legal. Vou confessar que gosto muito de ter um cara que parece ser super rebelde e do mal mas ele na verdade é medroso e introvertido. Nossa, amei.
Não tem variedade no quesito PoC, mas nunca tem, né, é anime. Pelo menos eles mudam cor de cabelo.


MAIS ALGUMA COISA: 

Além de ver anime, você aprende sobre vôlei. As coisas que eles fazem nos jogos são bem corretinhas, ajuda bastante se você quiser jogar, super recomendo. Claro que tem aquele negócio de os personagens quase terem super poderes, né. Um pula super alto e corre como o vento, o outro é uma máquina na parte de mira, essas coisas, mas ainda assim, vamos levar em conta que é pra ficar mais legal.
Eu não cheguei a ler o mangá, mas ele parece ser igualmente fofo. Por mim, eu não recomendaria porque é vôlei, tem que ter movimento pra ficar daora, mas se você quiser ler, tá dlç também.

Além disso, eu vivo pelas expressões do Hinata. Perfeitas, somente isso.





2 comentários:

ღ Anilyan ღ disse...

Pode não ser yaoi, mas não há nada que pare os ships >.< Além disso, não é apenas a parte dos ships e a faceta engraçada/leve/fofinha que me atrai no anime. É a forma como as personagens foram tão trabalhadas e são tão carismáticas, mesmo nos times inimigos, a animação PERFEITA, os jogos de volley que até em alguém como eu conseguem criar uma certa ansiedade e curiosidade para ver o que vai acontecer, os passes incríveis (mas por vezes meio impossíveis, e certo) que permitem aprender mais sobre volley, e algumas das questões trabalhadas sobre derrota, ou aprender a acreditar nas outras pessoas ~lembrando da história do Kageyama aqui.

É a primeira vez que aterro aqui, e sem dúvida o layout de Tsuritama está magnífico. Seguindo, é claro ^^

ღ Anilyan ღ disse...

Ah, pois, não me identifiquei! Sou a Anilyan do Forever Sapo, obrigada pela visita recente ;)

http://4ever-sapo.blogspot.pt/